Coleção “Vozes do Paraná” chega à sétima edição com 40 personagens

44
1315
Maior volume da série de retratos paranaenses
publicado até agora pelo
jornalista
Aroldo Murá G. Haygert foi lançado ontem na EBS
Business School. Nova edição conta com dois tomos e 824 páginas

Perfis biográficos que abordam não só a
trajetória profissional do personagem contemplado, mas que trazem ainda
aspectos curiosos da vida familiar e pessoal, com breve passagem genealógica
retrospectiva aliada a um trabalho jornalístico de prospecção, que são a marca
de seu autor, o professor Aroldo Murá G. Haygert. Uma breve definição do que –
a cada edição – está se tornando a coleção “Vozes do Paraná – Retratos de
Paranaenses”, cujo sétimo volume foi lançado ontem às 19h, na EBS Business School .

Seguindo com o espírito de
contar a história de paranaenses notáveis em tempo real – de todos os estratos
sociais e áreas de atuação, – Aroldo Murá dá sequência à sua coleção
“Vozes do Paraná”, que chega à sétima edição com trajetória singular,
pioneira e única no Estado.
“Nova Geração”

O “Vozes do Paraná 7” terá 824
páginas, dois tomos e 40 personagens. E vem com uma singularidade em obras
dessa natureza: a criação do espaço “Nova Geração”, que traz
personagens de destaque em suas atividades, com idades entre 18 e 35 anos. O
autor explica: “Os jovens também estão fazendo história”.

O “Nova Geração” apresenta o perfil da
médica e professora universitária Marcela Dohms, coordenadora do Programa de
Residência em Medicina de Família da Secretaria de Saúde de Curitiba; da
deputada estadual mais jovem do Paraná, Maria Victoria, filha da
vice-governadora Cida Borghetti e do deputado federal Ricardo Barros; e do
jovem militar paranaense Rafael Museka, que serviu por mais de dois anos na
Legião Estrangeira, em arriscadas missões na África e Oriente Médio.

In
memoriam


Se o livro acentua seu papel de captador da
história em tempo real, reconhece também a contribuição dada ao Paraná
por notáveis falecidos.

Seis personagens recebem homenagens póstumas,
alguns bem recentes, como Aristógiton França, aviador veterano da FAB,
morto em abril deste ano, aos 91 anos. “O Comandante França foi uma
personalidade incrível, um dos poucos aviadores formados nos Estados Unidos
durante a Segunda Guerra, com permissão para voar sob qualquer condição,
ficando a seu critério a decolagem”, conta Murá. Outro grande personagem
contemplado é o ginecologista e professor universitário com 60 anos de carreira,
Jayme Benjamim Guelmann, morto há dois meses, aos 84 anos.
O ex-prefeito de Curitiba
Ângelo Lopes, que governou a capital paranaense em duas ocasiões, em 1940 e 1947, e João de
Oliveira Franco (1891-1973), advogado e cafeicultor, pai do ex-governador
Adolpho de Oliveira Franco, são os outros dois perfis in memoriam do
“Vozes do Paraná 7”. 

Destacam-se também o pintor, desenhista e publicitário
Álvaro Borges (1928-1994) e o
advogado e publisher da Gazeta do Povo,
Francisco Cunha Pereira Filho (1926-2009), cuja atuação jornalística e social
tem reflexos até hoje no Estado.

Jornalismo paranaense: dos pioneiros à atualidade

Além  de  Francisco, quatro perfilados
do “Vozes 7” trazem um retrato detalhado da história do jornalismo impresso
paranaense, desde os veteranos Ayrton Luiz Baptista e Antonio Claret
de Rezende, hoje septuagenários, passando pelo “literato
comunista”, jornalista e escritor Luiz Manfredini, perseguido pela ditadura
militar, até a gaúcha radicada em Curitiba desde a década de 1980 Martha
Feldens, editora do jornal Metro Curitiba. “O perfil de Martha traz ainda
uma homenagem às grandes damas da imprensa escrita do Paraná, desde pioneiras como
Rosy de Sá Cardoso, até profissionais do porte de Teresa Urban, Adélia
Lopes, Terezinha Cardoso,
Ruth Bolognese e Mara Cornelsen”, cita o
autor.
Protagonistas do Paraná de hoje

O volume 7 do “Vozes do Paraná” 
contém boa amostra dos que fazem o Paraná de hoje: o ex-governador Mário Pereira; o líder
político e empresário Renato Adur; o empresário Joel Malucelli; o
ex-presidente da OAB-Paraná e presidente do Instituto dos Advogados do Paraná,
José Lúcio Glomb; o desembargador e escritor Joatan Carvalho; os
advogados Geroldo Hauer e
Fernando Antonio Miranda; o diretor da Copel e
ex-presidente da Associação Comercial do Paraná, Marcos Domakoski; o
empresário Waldemir Kürten; o segurador João Gilberto Possiede e o pós doutor
em Economia  ,Judas Tadeu Grassi Mendes, fundador da EBS School.
E mais: o comunicador Wasyl
Stuparyk; o historiador Renato Augusto Carneiro Junior; o rabino Pablo Berman; os
diplomatas Peter ter Poorten e Ozeil Moura Santos; e o médico Dagoberto
Requião.

A edição traz ainda perfis do escritor Otto
Leopoldo Winck; do escultor 
Elvo Benito Damo e dos artistas plásticos
Fernando Pernetta Velloso e Leila Pugnaloni. Das letras e magistério, está
presente o perfil biográfico da nonagenária Chloris Casagrande
Justen, presidente da Academia Paranaense de Letras. Por fim, mas não
menos importante, o arquitetos Eduardo Guimarães e Rodolfo Doubek
Filho; o mais velho engenheiro do Paraná, Venevérito da Cunha; o
designer Jorge De Menezes e o budista e professor de Yoga Vitor Caruso Jr
também estão contemplados na
obra.

    Aroldo Murá e o seu orgulhoso Vozes do Paraná- volume 7
    Fotos: Divulgação/No Sofá

44 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here