CULTURA: CAIXA COMEMORA 155 ANOS NA CAIXA CULTURAL CURITIBA COM SHOW DE GERALDO AZEVEDO E ARMANDINHO MACÊDO

0
784
CAIXA COMEMORA 155 ANOS NA CAIXA
CULTURAL CURITIBA COM SHOW DE GERALDO AZEVEDO E ARMANDINHO MACÊDO
Criada por Dom Pedro II, em 12 de janeiro de 1861, a
instituição preserva a essência de auxiliar todos os níveis sociais
Criada em 12 de janeiro de 1861, por um decreto do
Imperador Dom Pedro II, a Caixa Econômica Federal completou, ontem (12),
155 anos. Empresa 100% pública, a CAIXA já nasceu com o propósito de
beneficiar, sobretudo, as pessoas menos favorecidas, que não tinham onde
guardar seus recursos. E, até hoje, a instituição preserva essa essência,
alinhada às necessidades da população.


Presente em todos os municípios do Brasil, com mais
de 4 mil pontos de atendimento, a CAIXA é o único banco a possuir três agências
barco, que levam acesso, desenvolvimento e cidadania às populações ribeirinhas.
É responsável pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), pelo Programa
de Integração Social (PIS) e pelo Seguro-Desemprego, institutos importantes na
vida do trabalhador formal. A CAIXA aparece ainda, nos programas sociais do
governo, como o Bolsa Família – que beneficia mais de 13 milhões de
brasileiros, o FIES e o Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV).


O banco apoia também inúmeras atividades
artístico-culturais, educacionais e esportivas, garantindo um lugar de destaque
no dia a dia das pessoas. Para melhorar e facilitar o acesso à cultura, a
instituição conta com sete unidades da CAIXA Cultural: Brasília, Curitiba,
Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo que estarão, esta
semana, com programação especial em comemoração aos 155 anos da CAIXA. Confira:
 Curitiba:

Em Curitiba, a comemoração será com Armandinho e
Geraldo Azevedo. No show, o repertório poético de Geraldo Azevedo ganha toque
instrumental dedilhado por Armandinho. É a junção da música popular com a
instrumental, por dois de seus melhores intérpretes. No repertório, composições
de Azevedo com nova roupagem, privilegiando os solos de bandolim e a guitarra
de Armandinho. Os artistas apresentam canções como Bicho de Sete
Cabeças
Dia BrancoTáxi Lunar e Chame
Gente
. Os espetáculos também comemoram dois importantes marcos: 70 anos de
vida de Geraldo Azevedo e 50 anos de carreira de Armandinho Macêdo. 14 a 17 de
janeiro | quinta-feira a sábado, às 20h e domingo, às 19h | R$ 20 e R$ 10
(meia) | Classificação livre
 São Paulo:

Em São Paulo, o aniversário da CAIXA será comemorado
com o show gratuito Chorinho Bom – Tributo ao mestre Pixinguinha, com
Maria Alcina e Vânia BastosO espetáculo, conduzido pelo maestro e
baixista Marcos Paiva, homenageia o compositor e instrumentista Pixinguinha,
considerado um dos maiores compositores da música popular brasileira, que
contribuiu diretamente para que o choro encontrasse sua forma musical
definitiva. Com direção artística de Fran Carlo, que montou o repertório
ressaltando as várias faces do autor de Carinhoso, o
show é apoiado por recursos cênicos e de iluminação, que contribuem para a
homenagem. De 15 a 17 de janeiro | sexta-feira a domingo, às 19h15 |
Entrada franca | Classificação livre