Marss feel it apresenta: No Sofá com João Nunes no Festival de Cinema de Gramado

0
1150
Daniel Filho se deixa levar pela emoção ao receber troféu Cidade de Gramado
A primeira, das quatro homenagens que fará este 43º festival de Cinema de Gramado, foi a Daniel Filho, que na noite de sábado, 08, recebeu o troféu Cidade de Gramado.

Emocionado, improvisou um agradecimento aos companheiros de trabalho com os quais conviveu ao longo de sua trajetória: “Não preparei discurso para esta noite, porque prefiro deixar me levar pela emoção. O que penso agora é que devo agradecer muito aos meus colegas, com quem aprendi muito. Nesse momento, lembro de todos os que passaram pelos meus 62 anos de profissão”.

Aos 77 anos de idade, o carioca ostenta um currículo invejável como ator, diretor, produtor e roteirista. Mais de 40 filmes levam sua assinatura de alguma forma, seja na frente ou atrás das câmeras.

No palco – e também nas diversas entrevistas que concedeu ao longo do dia, o homenageado reconheceu a importância do Festival de Gramado, que chega à sua 43ª 
edição de forma ininterrupta.

“É difícil uma iniciativa durar muito nessa área (do cinema) e nisso incluo o Festival de Gramado. Não lembro de nada do gênero que tenha durado tanto tempo. É nos 43 anos desse evento que está a minha emoção. Ter meu nome nessa galeria de colegas fantásticos que já foram homenageados é uma honra”, comemorou.
A próxima homenagem acontece amanhã (11), com o troféu Oscarito para Marília Pêra.
    Foto: Cleiton Thiele- Pressphoto/ No Sofá 
Noite cheia na mostra competitiva

Além da emotiva homenagem a Daniel Filho, a segunda noite de exibições deste 43º Festival de Cinema de Gramado apresentou quatro obras em competição. “É uma noite cheia essa”, brincou o ator Leonardo Machado, um dos apresentadores do festival, referindo-se ao fato de que, na sexta-feira, 08, das quatro películas exibidas, duas não concorriam aos Kikitos.

O uruguaio “Zanahoria”, de Enrique Buchichio, abriu a noite com uma história inspirada em fatos reais. Os jornalistas Alfredo e Jorge investigam pistas sobre uma operação da ditadura militar a partir de informações de um ex-colaborador dos serviços de inteligência, às vésperas da primeira eleição da esquerda para a presidência do País, em 2004.

“Soube desse fato através de uma crônica jornalística que me despertou curiosidade e questionamentos sobre quantas coisas que ainda estão pendentes de serem reveladas sobre a ditadura”, justificou o diretor.

Já o brasileiro “Introdução à Música do Sangue”, de Luiz Carlos Lacerda, se desenvolve a partir de um argumento do escritor Lucio Cardoso, um dos expoentes, ao lado de Clarice Lispector, do romance psicológico brasileiro: a rotina de uma família do interior do país, na qual os desejos são reprimidos e a transgressão, uma necessidade.

Entre os curta-metragem, “Herói”, produzido por estudantes da USP, com direção de João Pedone e Pedro Figueiredo, e “Muro”, um documentário curto de Eliane Scardovelli, trouxeram olhares sobre as diferenças – o primeiro, enfocava a relação entre uma cuidadora e um jovem doente mental, enquanto o segundo registrava a segregação social representada por um muro entre um condomínio rico e os vizinhos pobres.
Melhores curtas gaúchos serão conhecidos esta noite

Os primeiros premiados do 43º Festival de Cinema de Gramado serão revelados neste domingo, 09, a partir das 21h. O troféu Assembleia Legislativa vai destacar os melhores trabalhos entre os curta-metragem gaúchos, que receberão R$ 30 mil em dinheiro, além da estatueta.

Os vencedores na categoria de melhor fotografia recebem, além do prêmio em dinheiro e do troféu, uma câmera DSLR D7200 e uma lente profissional AF NIKKOR 35mm f/1.8, oferecidos pela Nikon.

A mostra de curtas gaúchos iniciou no sábado e segue neste domingo, a partir das 14h, no Palácio dos Festivais. O debate com realizadores dos filmes ocorre na segunda-feira, às 13h, na Sociedade Recreio Gramadense.

Em razão da premiação, a sessão de cinema deste domingo terá apenas duas exibições na mostra competitiva principal: o curta ‘Miss & Grubs” e o longa “O Fim e os Meios”.
Mostra itinerante gratuita inicia na segunda-feira

Na segunda-feira, 10, inicia a mostra Cinema nos bairros, que vai levar às comunidades afastadas do centro de Gramado obras em longa, curta-metragem e filmes produzidos pelos alunos do Educavídeo, da rede pública municipal.

As sessões ocorrem sempre três vezes por dia, até a sexta-feira. As projeções das 9h e das 15h, nas quais se exibe produções do Educavídeo e curtas da RBS, são restritas aos alunos das escolas participantes. Já a sessão das 18h é aberta à comunidade e contará também com a exibição de um longa-metragem da Globo Filmes, parceira do projeto.
Programação paralela é espaço para reflexão sobre cinema

Linguagem, desenvolvimento de projeto, financiamento e articulação setorial são alguns dos temas que pautam os debates da programação paralela deste 43ºFestival de Cinema de Gramado, que acontecem diariamente nos espaços alternativos do evento – a Sociedade Recreio Gramadense e o Hotel Serra Azul.

As atividades iniciaram neste sábado, 08, e prosseguem até o próximo final de semana. A programação completa está no site (http://www.festivaldegramado.net/novo/noticias.php?id=102) e será reproduzida no boletim, diariamente, mesclada com a programação principal.
Oi oferece sinal de internet e carga para celulares grátis

Patrocinando pelo sexto ano consecutivo o Festival de Cinema de Gramado, Oi e Oi Futuro disponibilizam diversos serviços gratuitos ao público da 43ª edição do evento.
Na Casa Oi, situada na Rua Coberta, é possível utilizar a internet através do sinal de wi-fi e recarregar baterias de celulares. O serviço de carga também é oferecido de forma itinerante através da bicicleta da Oi, que circula pelo centro de Gramado com carregadores – o mais legal é que enquanto a pessoa conecta o telefone à rede elétrica, a Oi oferece um chocolate quente para tornar a espera um momento de prazer.
E na quinta-feira, 13, a companhia oferece o tradicional almoço para imprensa no Restaurante Mamma Pasta. A coluna No Sofá agradece o convite e estará presente.
Programação No Sofá:

10 de agosto

09h – Cinema nos bairros – Escola Maximiliano Hahn (bairro Carniel)
Filmes Educavídeo + curta RBS
10h – Reprise de longas em competição – Palácio dos Festivais
O Fim e os Meios (RJ)
10h – 13h – Workshop de roteiros premiados no FAC/SEDAC-RS com Pablo Stoll (evento fechado)
Sala Diamante Hotel Serra Azul
10h30 – Debate dos filmes concorrentes apresentados em 09/08
Sala de debates Sociedade Recreio Gramadense
13h – Debate dos filmes da Mostra de Curtas Gaúchos – Prêmio Assembleia Legislativa
Sala de debates Sociedade Recreio Gramadense
14h – Cinema infantil – Palácio dos Festivais
As Aventuras do Avião Vermelho (RS)
14h30 – Mesa linguagens de cinema e televisão, núcleo de Criativos/Rede Globo: com Matheus Souza, Marcelo Saback e Luis Henrique Rios; mediação de Rodrigo Fonseca
Sala de debates Sociedade Recreio Gramadense
15h – Cinema nos bairros (Educavídeo) – Escola Maximiliano Hahn (bairro Carniel)
Filmes Educavídeo + curta RBS
16h – Mostra especial de longas gaúchos – Palácio dos Festivais
Sobre Amanhã; Tormenta
16h – Debate roteiros de coprodução, com Pablo Stoll e Leonardo Garcia; mediação de Eva Piwowarski
Sala de debates Sociedade Recreio Gramadense
18h – Cinema nos bairros (Apoio Globo Filmes) – Escola Maximiliano Hahn (bairro Carniel)
O Auto da Compadecida (longa)
19h – Mostra competitiva principal – Palácio dos Festivais
Enquanto o Sangue Coloria a Noite, eu Olhava as Estrelas (curta-SP); Ella (longa-COL); S2 (curta-MT); O Último Cine Drive In (longa-DF)
  
Apoio:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here