Coluna Fatos & Fotos do Festival By João Nunes

48
1116
“Como Estou Hoje” é monólogo impactante da Cia. Dos Atores
No monólogo “Como Estou Hoje”, encenado por Marcelo Olinto, a Cia dos Atores promove a estreia do coreógrafo João Saldanha na direção teatral. Foi o ator quem convidou o conceituado coreógrafo, que acabou por assinar também o texto. Para Olinto, essa troca de experiências com companhias e profissionais de fora do grupo é um dos trunfos da Cia dos Atores. “A gente não se deixa engessar. Ter outros olhares que possam alavancar para outros lugares é fundamental”, pondera ele, que faz parte ainda de “Conselho de Classe”, que a Cia dos Atores também apresenta na Mostra 2014. Outro espetáculo da companhia no Festival de Curitiba é LaborAtorial

Leia mais sobre as três peças da Cia dos Atores no Festival:
Prêmio Shell-SP tem dois espetáculos do Festival de Curitiba entre seus vencedores

“Cais, ou Da Indiferença das Embarcações” e “Ricardo III”, dois dos espetáculos de maior sucesso da temporada paulistana de 2013, saíram vencedores da cerimônia de entrega do Prêmio Shell – SP, realizada na noite desta terça-feira (18/3). As duas montagens poderão ser conferidas na primeira semana do Festival de Curitiba, que tem início na próxima quarta-feira (26). Ambientada em um velho cais de Ilha Grande, no litoral fluminense, “Cais” recebeu o prêmio de melhor autor para Kiko Marques, que também dirige a montagem. No papel do personagem título, Chico Carvalho foi o vencedor na categoria de melhor ator por “Ricardo III”, primeira montagem do Projeto 39, que tem como objetivo montar as 39 peças de William Shakespeare nos próximos 10 anos. O espetáculo, dirigido por Marcelo Lazzaratto já está com ingressos esgotados no Festival de Curitiba.
Leia mais:
Sesi na Rua traz o melhor do teatro de rua

Na 23ª edição do Festival de Teatro de Curitiba, o melhor do teatro de rua internacional, nacional, regional e local poderá ser conhecido através dos quatro espetáculos oferecidos pelo Sesi na Rua, mostra paralela ao festival, que procura dar acesso ao bem cultural de uma forma democrática. “El Hombre Venido de Ninguna Parte”, que abre o Festival no dia 25 de março, integra a lista de apresentações. A curadoria das peças – todas com entrada franca – é assinada por Beto Lanza e com produção da Parnaxx, e destaca a intenção de trazer o que cada grupo escolhido tem de melhor para mais perto do público. Tudo isso acontece na Arena Sesi, espaço especialmente montado para o Sesi na Rua
El Hombre Venido de Ninguna Parte:http://festivaldecuritiba.com.br/noticias/ver/157
Lotadas

·         “Tesão, Piá”: todas as sessões de 3 a 6 de abril, às 22h10, lotaram. O grupo abriu sessão extra no dia 1° de abril, no mesmo horário
·         “Contrações”: as duas sessões, nos dias 28 e 29 de março
·         Risorama: sessões das 20h e das 22h30 do dia 29 de março, sessão das 20h do dia 2 de abril (já está com ingressos de sessão extra à venda).
·         “A Importância de Ser Perfeito”: nos dias 4 e 5 de abril 

48 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here