Na Agenda: Orquestra feminina Ladies Ensemble toca ritmo caliente do tango de Astor Piazzolla

0
70

Crédito das fotos: @osgonzagasoficial

Clássicos do compositor argentino compõem o repertório dos concertos de junho da primeira orquestra formada exclusivamente por mulheres no Brasil

Toda a expressividade do tango do compositor argentino Astor Piazzolla será interpretada pela Orquestra Ladies Ensemble nos dias 24 e 25 de junho, no Auditório Regina Casillo. A ideia do repertório escolhido é abrir uma espécie de linha do tempo, conectando desde a referência de Piazzolla – o cantor Carlos Gardel – até o músico ítalo-francês Richard Galliano, que se inspirou em Piazzolla.
“O repertório do Piazzolla é a coisa mais linda, uma música inspirada demais. Não é qualquer músico que toca Piazzolla. É muito complicado, a parte rítmica, de efeitos, as músicas dele têm toda uma “bula”. Para nós que não somos argentinas, que não temos isso no DNA, é um desafio”, conta Fabiola Bach Akel, fundadora, diretora artística e musical da orquestra.

Primeira orquestra formada exclusivamente por mulheres no Brasil, a Ladies Ensemble tem como missão apostar e fortalecer o talento feminino na música e faz isso frequentemente convidando solistas. Para esse concerto, o destaque é Carolina Kliemann, curitibana que desde 2007 atua como violinista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo – Osesp.

Carolina foi duas vezes vencedora do Concurso Jovens Solistas da Orquestra Experimental de Repertório e conquistou os primeiros prêmios no Concurso Nacional de Violino da Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo, Concurso Nacional de Cordas de Juiz de Fora e Concurso Paulo Bosísio.

“Adoro Piazzola! Ele está no repertório da Osesp, mas sempre tive vontade de participar das Estações como solista, e agora surgiu essa oportunidade, estou muito feliz”, diz a violinista. “Além disso, é um estilo que gosto muito. É uma música tradicional, mas ele transita muito com o popular, tem esse apelo, essa referência de música para dançar”, completa.

Astor Piazzolla

Piazzolla nasceu em 1921 em Mar del Plata, Argentina, filho de imigrantes italianos. Quando tinha 4 anos, sua família foi morar em Nova York, onde começou a estudar piano. Gostava de tocar J.S Bach, mas o tango era ouvido o tempo todo em sua casa, pois seus pais tinham saudades da Argentina.

Quando fez 8 anos, ganhou um bandoneon e se apaixonou pelo instrumento. A família voltou a Argentina em 1937, e ele se empregou em uma orquestra de tango de Buenos Aires, chamada Aníbal Troilo. Aos 23 anos, ganhou uma bolsa de estudos para estudar em Paris com a professora Nadia Boulanger, professora de grandes talentos no mundo, como Stravinky e Bartók. “Piazzolla criou uma música instigante, fazendo fusão de tango, jazz e música clássica, o chamado Novo Tango”, conta Clarice Miranda, professora de música clássica do Solar do Rosário que faz as explicações didáticas das apresentações da Orquestra Ladies Ensamble.

Programa

O concerto traz a referência de Piazzolla, o mais famoso cantor de tango da história, Carlos Gardel, com sua composição El Dia que me Queiras. Passa pelas obras de Piazzolla Inverno e Verão, das Quatro Estações Portenhas; Oblivion; Fuga y Misterio; Adeus Nonino, considerada por muitos uma de suas melhores composições; Fuga 9; Libertango. E mostra uma composição de um músico que se inspirou em Piazzolla, Tango per Claude, de Richard Galliano. A regência será do maestro venezuelano Roberto Ramos, com assistência de Clara de Lanna.

A Ladies Ensemble

Primeira orquestra formada só por mulheres no Brasil, a Ladies Ensemble atua desde 2009 e reúne musicistas de diferentes idades, vertentes, influências e inspirações. A orquestra é expoente em um universo com diminuta presença feminina em posições de liderança e mostra que mulheres podem ser protagonistas em uma orquestra.

O apoio a causas da mulher é uma de suas missões centrais — entre elas, a conscientização sobre o câncer de mama. Para isso, produz iniciativas como o “Concerto das Rosas” — espetáculo apresentado para milhares de pessoas entre 2017 e 2018 com o objetivo de arrecadar fundos para a compra de próteses mamárias.

Hoje com “casa própria” no Auditório Regina Casillo, a Ladies Ensemble tem entre suas missões a formação de plateia, a democratização da música clássica e a formação de musicistas. Desde seu início pioneiro como noneto, em 2009, até hoje, a orquestra influencia e inspira outras mulheres a seguirem seus sonhos e paixões sem medo.

O projeto anual “Orquestra Ladies Ensemble no Auditório Regina Casillo” foi viabilizado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Ministério do Turismo, e conta com patrocínio das empresas BHS Corrugated, Oregon, Nórdica Veículos, Guararapes, Impextraco, Tintas Dacar, Sollo Sul, Ferragens Negrão, Transunion, Abase Vet, Grupo Barigui Veículos, Grasp, Milium, Trutzschler, Agrosul Catarinense, GV2C, Tintas Alessi, Fobras, PASA, Delta Cable, Plast & Pack, M.A. Máquinas, Dissul, Stampa Food e Perkons. A instituição beneficiada é o Hospital Pequeno Príncipe. A realização é do Solar do Rosário, espaço particular de Arte e Cultura em Curitiba fundado em 1992. Com direção geral de Lucia Casillo Malucelli e direção musical de Fabiola Bach Akel. Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Pátria amada Brasil, Governo Federal.

Serviço No Sofá:
Ladies Ensemble – Ladies tocam Piazzolla
Datas: 24 e 25 de junho de 2022

Horário: Sexta às 20h | Sábado às 17h
Local: Auditório Regina Casillo – Rua Lourenço Pinto, 500, Centro, Curitiba – PR
Ingressos: R$ 30 (inteira) / R$ 15 (meia)
Vendas pelo Disk Ingressos: (41) 3315-0808https://www.diskingressos.com.br/

Estacionamento gratuito no local