Miolo é a marca preferida e a segunda mais lembrada do RS

0
392

Marcas de Quem Decide 2020, realizada pelo Jornal do Comércio e pela Qualidata, reconhece vinícola do Vale dos Vinhedos na categoria de vinhos

 O movimento da marca Miolo em 2019, ano de seu 30º aniversário, trouxe muito mais do que comemoração, trouxe o reconhecimento na lembrança e na preferência dos gaúchos. A vinícola, com quatro unidades, três delas no Rio Grande do Sul – Vale dos Vinhedos, Campanha Meridional e Campanha Central – é líder como a marca preferida de vinhos entre 324 gestores de negócios que participaram de uma pesquisa realizada pelo Jornal do Comércio e Qualidata. A Miolo também arrematou o prêmio de segunda marca de vinhos mais lembrada do estado.

O resultado e a entrega dos troféus ocorreram no dia 10 de março no Teatro do Sesi, em Porto Alegre. A 22ª edição revelou as marcas que vêm transformando o mercado. “Sermos lembrados é muito importante, mas não é tudo. Sermos a marca preferida de vinhos dos gaúchos é determinante para compreender onde chegamos e onde podemos chegar”, comemora Antônio Miolo, diretor da empresa.

A Miolo lidera a pesquisa de preferência com 12%. Como segunda marca de vinhos mais lembrada atinge 12,3%, sendo que a Almadén, também do Grupo Miolo, aparece com 4%. A pesquisa, referência para o mercado gaúcho e brasileiro, mapeou a relevância de marcas em 73 setores da economia. O resultado completo sairá publicado em caderno especial na edição do 31 de março.

Mais sobre a Miolo

De gole em gole, a Miolo chega aos 31 anos como a vinícola brasileira com maior presença no mundo, exportando para mais de 30 países de todos os continentes. É o maior exportador de vinhos finos do Brasil. De 30 hectares em 1989, a Miolo cultiva hoje, 30 safras mais tarde, cerca de 950 hectares de vinhedos em quatro terroirs brasileiros: Vale dos Vinhedos (Serra Gaúcha), Seival/Candiota (Campanha Meridional), Almadén/Santana do Livramento (Campanha Central) e Terranova/Casa Nova (Vale do São Francisco), sendo a única empresa do setor genuinamente brasileira com atuação em quatro diferentes regiões produtoras. Com uma produção anual de cerca de 10 milhões de litros, é a marca que detém o maior portfólio de rótulos verde amarelos, exibindo centenas de prêmios conquistados no mundo inteiro. O pioneirismo na elaboração dos vinhos se estendeu para o enoturismo, onde a marca gera experiência, aproximando e formando novos apreciadores da bebida. Assim é no Vale dos Vinhedos com o Wine Garden Miolo, assim é no Vale do São Francisco com o Vapor do Vinho pelo Velho Chico, onde a Miolo transformou o sertão em vinhedo. Este mesmo espírito empreendedor que fez da pequena vinícola familiar a maior produtora de vinhos finos do Brasil em apenas 30 safras, é que move gerações e aproxima quem sonha de quem quer fazer.

Fonte: ConceitoCom Brasil/No Sofá